domingo, 13 de setembro de 2015

O AMOR, O MAIOR DE TODOS OS DONS.


ORIGEM DA IMAGEM: GOOGLE.


Ele, porém, querendo justificar-se a si mesmo, disse a Jesus: E quem é o meu próximo?E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto.E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo.E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo.Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão;E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele;E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar.Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira.


PARA NOSSA REFLEXÃO: “Salvos por um copo de leite”. Um dia, um rapaz pobre que vendia mercadorias de porta em porta para pagar os seus estudos, estava com muita fome e só lhe restava uma pequena moeda no bolso. Decidiu, então que ao invés de tentar vender, iria pedir comida na próxima casa; porém seus nervos o traíram quando uma encantadora jovem lhe abriu a porta. Em vez de comida, pediu um copo de água. A mulher percebeu que ele estava com fome e lhe deu um grande copo de leite. Ele bebeu devagar e depois lhe perguntou: - Quanto lhe devo? – Não me deve nada. Respondeu ela. E continuou: - Minha mãe sempre nos ensinou a ajudar as pessoas. - Pois te agradeço de todo coração, a você e à sua mãe. O rapaz saiu daquela casa não só refeito fisicamente, mas também com sua fé renovada em Deus e nos homens. Ele já havia resolvido abandonar os estudos devido às dificuldades financeiras que estava passando, mas aquele gesto de bondade o fortaleceu. Anos depois, essa jovem mulher ficou gravemente doente. Os médicos locais estavam confusos. Finalmente à enviaram a cidade grande, para se tratar. O médico de plantão naquele dia era o Dr. Howard Kelly, um dos maiores especialistas do país naquela área. Quando escutou o nome do povoado de onde ela viera, uma estranha luz encheu seus olhos e de pronto foi ver a paciente. Reconheceu-a imediatamente e determinou-se a fazer o melhor para salvar a sua vida, passando a dedicar-lhe atenção especial. Contudo, nada lhe disse sobre o primeiro encontro que tiveram no passado. Depois de uma terrível batalha, eles finalmente venceram aquela enfermidade. Ao receber alta, ela teve medo de ver a conta do hospital, porque imaginava que levaria o resto da sua vida para pagar por aquele tratamento tão caro e demorado. Quando, finalmente, abriu a fatura, seu coração se encheu de alegria com estas palavras: - totalmente pago – muitos anos – com um copo de leite. Ass.: Dr. Howard Kelly. Só então ela se lembrou de onde conhecia aquele médico. Na vida nada acontece por acaso. O que você faz hoje, pode fazer a diferença em sua vida amanhã.
 Vemos nesta parábola a grande lição que  Cristo deu ao que O interrogou ao falar sobre um dos assuntos mais emocionantes da Bíblia, e acredito que os legalistas depois daquela, nunca mais  quiseram interrogá-lo no que se refere as questões da Lei. A questão era “Amar ao próximo”. Jesus falou então sobre a parábola do Bom Samaritano. Nessa parábola Jesus cita alguns personagens peculiares, um homem que sofreu um atentado pelo caminho sendo roubado e espancado por ladrões e também falou sobre três pessoas que passaram por ele pelo caminho. Um sacerdote e um levita. Contextualizando, poderíamos falar do Padre e do Sacristão; do Pastor e do Vice Presidente, mais a galera do louvor e da adoração. Jesus nos conta, que passaram de longe, Passaram de longe, de largo, por medo ou porque se acharam tão santos a ponto de, por causa da Lei, não poderem socorrer ao próximo necessitado. Talvez por medo mesmo ou por falta de amor.  Não pararam para ajuda-lo, logo aqueles considerados os mais santos, os separados para a obra de Deus. O Sacerdote, homem Santo, que ouve o povo e eleva suas orações a Deus e ouve a Deus, e tráz as respostas para o povo. O levita, separado para somente adorar a Deus. Ora, se Deus é amor, como poderiam passar de largo e deixar uma pessoa moribunda, praticamente morta. Mas um samaritano, (que era considerado uma pessoa imunda e desprovida de Deus). Li , recentemente que até hoje, existe em Samaria somente uns setecentos samaritanos, que são excluídos, por não seguirem a Deus, da maneira que os judeus seguem. Mas preste atenção neste tremendo acontecimento, nesta tremenda ação. Este homem imundo, sem Deus, como pensa eles até hoje, parou e prestou toda tipo de ajuda, como pode ver no texto em epígrafe. O samaritano ajudou o moribundo. Os primeiros representam pessoas que estão dentro da igreja, pensam que são santos, puros consideram-se de Deus, mas não querem ajudar as pessoas que precisam. São conhecedores da lei, mas não são praticantes. Lembro de São Paulo, aos Corintios, no capítulo 13, quando fala sobre o Amor e termina falando sobre a fé, a esperança e Amor e, termina dizendo: Estes três, mas o mais importante é o Amor.
Meu amigo (a), seja você Padre, Pastor, Diácono, Sacristão, Levita, seja o líder religioso que for, se não tiver o AMOR, vai mesmo é para o beleléu.. Entendeu?
 Mor outro lado, existe a figura do samaritano que não ostentava ser religioso, era tido como escória, lixo, pecador, mas cumpriu a Palavra de Deus, pois o maior mandamento, depois de amar a Deus, sobre todas as coisas, sem sombras de dúvidas é o AMOR. Olha o que o Bom Samaritano fez:
Devemos ter cuidado com os nossos julgamentos e com a nossa maneira de agir como santarrões, para não sermos envergonhados como o individuo que, querendo justificar-se a si mesmo, interrogou o mestre.
 O que Jesus, na verdade, quer  nos ensinar nessa mensagem é que às vezes estamos presos a tantas coisas da “religião”, a tantos dogmas, mas não estamos agradando o coração de Deus, com a demonstração do nosso amor ao próximo. É por isso que digo: As maiores religiões do mundo, como por exemplo: Judaísmo, Budismo, Cristianismo, Islamismo, já mataram mais pessoas do que as duas Grandes Guerras juntas. Cristo nos chama a prática do amor, religião, religiosidade, não salva ninguém,
Para terminar peço com todo amor no mundo que pense nesta mensagem, examine o texto bíblico, a reflexão sobre o copo de leite e, em seguida faça um auto examine e responda para você mesmo: Como eu tenho agido perante o meu próximo e a Deus. Minhas atitudes têm agradado a Deus?

Graça e Paz
Até a próxima.